Blog da Morg


Minha opinião: curso de jornalismo

Posted in famecos por Morgana Gualdi Laux em julho 2, 2009
Tags: , ,

Muito leio sobre o curso de jornalismo e sobre as críticas a não obrigatoriedade do diploma para exercer a profissão de jornalista. Ouço diversas opiniões: dos professores da faculdade na qual eu estudo, até do público, formador de opinião, claro, graças à mídia. Estou comentando a respeito disso, porque acabei de ler o blog de um jornalista e de ler também seu posicionamento sobre os estudos jornalísticos na universidade. Além disso, li os comentários, alguns divergentes, pois concordar com um jornalista renomado é mais fácil do que bater de frente. E divergente, porque no blog dos próprios internautas pode-se constatar um posicionamento diferente.
Antes de tudo, eu deixo claro que sou a favor de um diploma ou algo que declare que o indivíduo recebeu os conhecimentos próprios para exercer a profissão de jornalista. A faculdade, no meu ponto de vista (ponto de vista de uma estudante quase no terceiro semestre) fornece os conhecimentos de ética, ela não atribuí ao aluno a ética, mas lhe fornece o princípio, para, posteriormente, ele cumprir na profissão. Os professores são capazes, alguns, de transmitir também os melhores métodos para se realizar uma entrevista e também indicam quais são as melhores ferramentas para produzi-la. Parece pouco? Parece simples? Estudar jornalismo significa cumprir e produzir muito, mas muito, e dar conta de todos os trabalhos, pelo menos é desse modo aonde eu estudo.
No segundo semestre cursei dez disciplinas obrigatórias e uma eletiva. Sem dúvida alguma, posso dizer que cinco delas foram de suma importância para a ampliação do meu campo de conhecimento. No entanto, o restante deixou a desejar. Mas por quê? Na minha opinião, muitas das aulas são mal elaboradas e alguns professores não produzem aulas condizentes com o curso, ou seja, não atribuem aula com características para alunos de jornalismo ou, então, comunicadores sociais. Claro, antes que qualquer um comente, o jornalista deve saber de tudo, deve ter conhecimento de qualquer coisa, mas antes deve aprender o básico na universidade.
Sobre esse vasto conteúdo, também crítico o programa curricular da faculdade na qual estudo. É preciso cursar dez disciplinas diferentes? Estudei história do jornalismo e acredito que, no mínimo, quatro créditos deveriam compor a disciplina. O professor (de grande reconhecimento, diga-se de passagem) não pode aprofundar o conteúdo pela simples falta de tempo e os alunos queriam mais (acreditem!). Simultaneamente, eu realiza alguns trabalhos sem sentido para outras disciplinas, algumas besteiras, do tipo criar frases criativas (parece legal? Talvez até tenha sido, mas não para alguém cansado e sem ânimo para pensar no que agrada o professor ou coisa do tipo).
Então, acabei de relatar um pouco da minha faculdade, do meu curso e das críticas na qual eu apresento. Apesar de algumas sugestões, sei também que nada poderei mudar. Estou feliz na faculdade de jornalismo e não vou abandonar o curso. Acho de suma importância o conhecimento que recebemos em algumas disciplinas. Tenho em vista que cresci e aprendi. No entanto, se crítico o curso é para que melhorias ocorram, para que nós possamos nos orgulhar de sermos jornalistas diplomados, valha alguma coisa ou não o documento, pois o que sabemos vai além disso…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: