Blog da Morg


Essa tal convivência

Posted in Atualidades por Morgana Gualdi Laux em outubro 7, 2008


Torna-se difícil conviver em um ambiente em que todas as pessoas agem por impulso, reflexo dos pensamentos imediatos. No trânsito, podemos observar discussões e situações constrangedoras para alguns indivíduos. Na escola ou na faculdade, e também no serviço, convivemos com colegas prontos para explodir, é como se fossem bombas-relógio. Entretanto, a má convivência é sempre imposta da pior maneira no lugar em que residimos.Afinal, é no espaço em que dormimos, transitamos, que se deve observar harmonia para concretizarmos as nossas idéias, ou seja, em nossa casa não podemos apresentar conflitos, pois é lá que articulamos pensamentos para serem colocados em prática na escola, na faculdade e no serviço.

Conviver com diversos seres humanos exige paciência, seja para compreender o outro que está ao nosso lado, seja  também para entendermos os nossos limites. Contudo, em qualquer cenário isso se torna mera hipocrisia. Muitas vezes, os indivíduos apenas pensam no outro e no que ele está fazendo e no que está influenciando em sua vida. Em um condomínio, por exemplo, escutamos as vovós ligarem suas televisões no volume máximo à noite, e damos muita importância a esse fato. No entanto, não nos importamos quando fazemos barulho ou incomodamos aquele que apenas dorme quatro horas por dia. Mas a situação de puro conflito vai muito além disso, e, muitas vezes, torna-se irreversível qualquer ato. São crianças pulando dos brinquedos de dois metros, são homens barbudos praticando as melhores manobras de skate na garagem, é a recém pré-adolescente que acorda para a vida e quer demonstrar para todos a sua bela fase, seja aonde for.

Não obstante, não importa, não adianta tentar explicar para os indivíduos o quanto eles ultrapassam qualquer barreira colocada pelo cenário natural. Aqueles que são mais prejudicados, apenas tem duas opções: ficar quieto e refletir em pensamentos sobre o panorama ou rebelar-se, explodir e deixar até os mais fora de si constrangidos.

Uma resposta to 'Essa tal convivência'

Subscribe to comments with RSS ou TrackBack to 'Essa tal convivência'.

  1. ana said,

    eh isso ai morg… só nós sabemos com quem temos que conviver né! bjus


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: